RETOMADA PRESENCIAL: CLIQUE AQUI E CONFIRA TODOS OS DETALHES

Aluno da FADISMA vive experiência de realizar intercâmbio no Peru

Categorias:
NEDI
,

Uma das oportunidades, única e fantástica, na vida de um jovem estudante que está em fase de crescimento profissional, é de fazer intercâmbio, e razões para que isso se concretize não faltam para quem é aluno FADISMA. Conhecer outros costumes e cultura, aprender ou aperfeiçoar o idioma, interagir com diferentes pessoas são vantagens que só fazem parte do currículo de um intercambista.

Quem passou por essa experiência recentemente foi o aluno Gasparino Corrêa. Ele se inscreveu no último edital e conquistou uma vaga para aprender mais sobre o universo do Direito na Universidade Norbert Wiener, em Lima, no Peru.

A primeira etapa foi realizada aqui na FADISMA. Ele, juntamente com os colegas João Pedro Seefeldt, Manon Ferreira e o egresso Vitalínio Lannes Guedes se uniram a mais quatro estudantes peruanos para o começo de um curto e intensivo período de muito estudo e, sobretudo, da consolidação de novas amizades que penduram até hoje.

Depois de 15 dias estudando Direito Penal Econômico no Brasil com professores da nossa Instituição, foi a vez dos nossos alunos fazerem as malas rumo a uma das capitais mais encantadoras da América do Sul. A viagem para Lima marcada desde o início do último ano foi realizada em outubro.

Para Gasparino, se fosse definir em uma palavra o que estava sentindo antes da viagem que estava por vir, essa era “ansiedade”, agora, depois de alguns meses, duas palavras definem o seu sentimento, “saudades” e “gratidão”. Segundo ele, “o Brasil é reconhecido na América como uma grande potência, vivemos no gigante do Continente e, apesar de estarmos enfrentando uma grave crise, somos um povo muito admirado”. Ele complementa contando que chegaram em Lima com status de celebridade, todos queriam os conhecer, saber sobre o país, sobre o futebol, a cultura, bebidas, escritores e sobre as novelas (é isso mesmo).

“Fomos recebidos por um povo extremamente alegre, respeitoso e carinhoso. O povo de lá é trabalhador, trabalha e estuda de forma árdua, mas sempre com um sorriso sincero no rosto.

Conhecemos diversos comerciantes que liam livros durante os pequenos intervalos em que não estavam atendendo e isso foi extremamente admirável.

Conhecemos ainda uma senhora que vendia mini-xis perto do nosso hostel, que trabalhava durante mais de nove horas diárias, mas sempre tinha minutos para rir de nossas piadas (na verdade, do sotaque ruim). 

Conhecemos centenas de crianças que trabalham na rua ou sobrevivem pedindo dinheiro e, lembramos que no Brasil, hoje, já não vemos muito mais esse tipo de situação.

Conhecemos um país extremamente bonito, com uma arquitetura clássica, encantadora, aliada a paisagens montanhosas impressionantes, sem contar na imensa e linda orla que separa Lima do grandioso Pacífico.

Conhecemos um trânsito caótico e táxis que não utilizavam taxímetros. Lá as corridas só fluem na base da negociação. Nós, como ‘pechinchadores’ natos, não tivemos maiores problemas além de conseguir entender e explicar os lugares em que precisávamos chegar.

Experimentamos a culinária peruana, uma comida maravilhosa, especialmente o ceviche, feito com carne de peixe crua. 

Conhecemos lugares públicos tão lindos quanto limpos e percebemos que talvez esta beleza esteja diretamente ligada à preservação e carinho que aquelas pessoas têm pelo seu patrimônio histórico. O povo brasileiro precisa muito aprender com eles.

Conhecemos, por fim, uma amistad sin fronteras. Pessoas encantadoras que por lá ficaram, mas que prometeram retornar ao Brasil (aliás,esse encontro já tem data marcada)”.        

Gasparino finaliza seu depoimento colocando “que somos todos filhos do mundo e não devemos nos prender às raízes do acomodamento. Por aí há muita coisa linda para se ver e há muita gente querida para se conhecer”.

Não há dúvidas do quanto de experiências incríveis um intercâmbio pode nos proporcionar, sem contar das amizades, que permaneceram para a vida toda.

E você, ficou interessado em participar das próximas edições? A Secretaria Geral já está recendo inscrições dos alunos interessados em participar. Leio o edital com atenção e, qualquer dúvida, faça contato com a Faculdade. Confira mais detalhes em: https://www.fadisma.com.br/noticias/nedi-abre-inscricoes-para-cursos-internacionais-de-curta-duracao-2016/

 

Coordenação de Comunicação

comunicacao@fadisma.com.br

Imagem Formulário de Contato

Entre em contato

    Informa-se que a coleta e tratamento de dados pessoais pela Fadisma visa atender ao solicitado neste formulário, bem como para o envio de conteúdo institucional relativo aos serviços prestados por esta instituição, nos termos da nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE, a qual contém mais informações relevantes sobre o tema.
    Política de Privacidade